Pular para o conteúdo principal

Que dia é hoje?

Hoje é dia 23 de Abril de 2021. Isso é um fato. Já passou golpe de 2016, eleições fraudulentas de 2018 e a Vaza Jato. Depois de tudo isso, como é possível que parte da esquerda defenda a estratégia de 2002 para chegar ao governo federal novamente? A estratégia de 2002 na definição dos seus defensores foi "usar" o centro e até a centro direita para governar. Importante lembrar que o PT quando esteve no governo sofreu com sua maioria de mentira que mostrou inúmeras vezes que nunca foi aliada.

Leia mais…

Nada fazer para derrubar o governo é cumplicidade com o genocídio

Pessoas com ataques justos de indignação e revolta com a política necrófila do presidente Jair Bolsonaro costumam rogar por uma soltura imediata do Adélio, aquele rapaz das alegadas facadas em Juiz de Fora, para completar o serviço sujo. Como solução final não condiz com pacifismo nem com senso humanitário e dizer que o presidente é genocida já levou ativistas à prisão e enquadramento na Lei de Segurança Nacional, pode ser mais apropriado para a autodefesa de cada um apontar os cúmplices dos crimes de propagação do vírus e da falta de ação do governo para combater a pandemia com seus quase 400 mil mortos, equivalentes a mais de 25% de casos em todo o mundo.

Idoso morto no chão, reprodução das redes sociais

Idoso morto no chão em hospital de Teresina, reprodução das redes sociais.

Leia mais…

Boulos viaja

Logo após a divulgação de uma uma pesquisa de intenção de votos para o governo do estado de São Paulo, onde o ex-prefeito da capital paulista e ex-ministro da Educação, Fernando Haddad aparece em primeiro lugar, Boulos se apressou a dizer que é também candidato. O raciocínio é que os milhões de votos que lhe garantiram uma vaga no segundo turno da disputa municipal, lhe gabaritam a disputar a vaga para o Palácio dos Bandeirantes.

Foto de Boulos em Paris.

Foto de Boulos em Paris.

Leia mais…

STF mantém Lula elegível e encurrala Bolsonaro e Lira

O Supremo Tribunal Federal deu mais dois passos, nesta quinta-feira, para restaurar a credibilidade perdida do Judiciário por causa de cumplicidade com o golpe de 2016, que levou o Brasil a pior situação da História, com pandemia, crises econômica, social e ética, quase 400 mil mortes por Covid-19 e mais de 19 milhões de brasileiros passando fome. O plenário do STF decidiu, por 8 votos a favor e 3 contra, manter a anulação das condenações do ex-presidente Lula ditadas arbitrariamente pelo juiz parcial Sérgio Moro em Curitiba. Assim, o ex-presidente fica fora da Lei da Fixa Limpa e livre para disputar a eleição presidencial de 2022.

Leia mais…

O Genocídio no Brasil

O Brasil está enfrentando uma das piores crises de sua história. Um governo corrupto, racista, anti-democrático, contra o trabalhador, e unicamente incompetente, combinado com a atual pandemia gerou um genocídio com mais de 350 mil mortes registradas. A retirada deste governo do poder é o objetivo mais urgente para salvar o Brasil deste genocídio, porém, a longo prazo, isso somente não basta. Substituir este governo por outro de direita levemente mais competente mas com os mesmos ideais econômicos e sociais os motivando não é o suficiente para melhorar a vida da vasta maioria da população.

Leia mais…

Share