Pular para o conteúdo principal

Já falta até calango para matar a fome no Rio Grande do Norte

A mistura, às vezes, é ovo. Às vezes, não tem. Nem calango, nem lagarto tijuaçu tem mais aqui. Eles migram atrás de água." Há quem diga que os que ficam "são pequenos como lagartixas". Este é o relato dramático de uma das mais de 19 milhões de vítimas da fome que se alastra pelo Brasil.

Homem mistura ração ao feijão para fugir da fome.

Homem mistura ração ao feijão para fugir da fome.

As notícias do flagelo da fome tornam-se cada vez mais chocantes enquanto o presidente Jair Bolsonaro mantém-se indiferente à tragédia e só se ocupa com sua candidatura a reeleição e o aparelhamento da Polícia Federal e do Supremo Tribunal Federal para blindar seus filhos e a si próprio para escapar impune da Justiça. Nenhuma palavra de empatia do presidente da República com os com famintos. A ONU havia tirado o Brasil do mapa da fome durante o governo Dilma Roussef, depois que os governos do PT de Lula e da própria presidenta deposta pelo golpe de 2016 resgataram mais de 34 milhões de brasileiros da fome. Hoje mais da metade da população brasileira está carecendo de ajuda caridosa. Veja abaixo também como contribuir com o combate à fome.

Comentários

Comments powered by Disqus
Share