Pular para o conteúdo principal

Quem comanda o exército brasileiro?

A CPI do genocídio (nome censurado nas redes sociais sediadas nos EUA) quanto questionou Fábio Wajngarten recebeu mentiras. Fábio estava sob juramento e ainda sim se contradisse diversas vezes, em relação à entrevista dada a revista Veja antes de sua participação na CPI. Ele poderia e deveria ter sido preso naquele momento. Contudo, o presidente da CPI não permitiu a prisão em flagrante de Fábio, apesar do ex-chefe da Secom ter violado seu juramento.

Pazuello em manifestação no Rio de Janeiro com Bolsonaro

Pazuello em manifestação no Rio de Janeiro com Bolsonaro

Quando Pazuello, ex-ministro da Saúde do governo Bolsonaro, participou da CPI, repetiu o que fez Fábio, mentiu em juízo e se contradisse muitas vezes. Não foi preso. No final de semana de seu depoimento Pazuello participou de um ato político com o presidente Bolsonaro. O exército brasileiro tem uma determinação que impede que generais da ativa participem de atos políticos. Pazuello violou a determinação do exército brasileiro e até agora não foi preso.

O exército brasileiro ainda segue as leis em vigor da constituição de 1988 ou só respondem a Bolsonaro?

Comentários

Comments powered by Disqus
Share